domingo, 28 de fevereiro de 2010

O PAÍS DAS MARAVILHAS ( Guerra Civil com Cavaco impávido)...NUNCA TINHA VISTO TAL, MAS...



Portugal divide-se entre aqueles que se vão lembrar de Sócrates ter sido o primeiro chefe de Governo a depor na Assembleia da República e aqueles que não se vão esquecer de Sócrates ter sido o primeiro chefe de Governo a ser alvo de espionagem política a coberto de uma investigação judicial.


É preciso um pretexto para a moção, porra! Vão arranjá-la onde?
Toda a gente sabe, quem não tem cão caça com gato! ……. O bicho mesmo escondido, não consegue disfarçar; olha ali está ele, com o rabo de fora!
Por razões que só a ditadura explica, Salazar e Caetano, jamais prestariam a deputados contas fosse do que fosse, muito menos sobre indícios ou suspeitas. Mas em democracia é diferente, daí a pergunta; então todos os outros beneditinos depois daqueles, vão ser inquiridos, ou será que têm aquela coroa bendita, muito redondinha no coiro cabeludo e Sócrates ainda não? Mas eles andam por aí; afinal em que ficamos, sobre eles não há suspeitas nem indícios, ou esta democracia serve para atacar um e defende todos os outros; vão ou não também depor, ou por acaso, haverá algum manto diáfano de fantasia a protegê-los?


Agora vão ser só remendos. A partir do momento em que o PGR e o presidente do STJ aceitaram que os magistrados de Aveiro violassem flagrantemente a lei, escutando meses a fio o PM, o edifício da justiça começou a ruir. Há que reconhecer que a jogada foi de mestre! Se os dois mais altos magistrados da justiça tivessem chamado à pedra, logo em Junho, os infractores, a «bernarda» rebentava logo e bem a tempo de estilhaçar Sócrates antes do acto eleitoral. Bastava que os activismos sindicato e associação dos magistrados viessem a terreiro colocando-se ao lado dos colegas perseguidos por causa de um PM que estaria metido em crime de lesa-pátria que os superiores queriam proteger. Algumas fugas ao famoso segredo de justiça davam o golpe de misericórdia. Os altos magistrados fecharam os olhos e agora é o que se vê. Não havia como evitar o que está a acontecer. No meu modesto entender, Monteiro e Noronha com a sua atitude contemporizadora para com os senhores de Aveiro, salvaram Sócrates de cair ao primeiro assalto dos golpistas. Não sei se vai resistir ao segundo. Palavra que me sinto deprimido com tanta pulhice. O pior de tudo é que os golpistas têm praticamente toda a comunicação social a fazer ecoar as suas patranhas. Restam-nos estes protestos da blogosfera. E até estes os filósofos do golpe quiseram calar!


Aspirina…

8 comentários:

Anónimo disse...

Chegamos ao ridiculo da democracia.
Os deputados vão inquirir a vida prvada do número três da hierarquia do estado.
Acabou-se a decência, o respeito pelo estado e cometida pelo erstado...

オテモヤン disse...

オナニー
逆援助
SEX
フェラチオ
ソープ
逆援助
出張ホスト
手コキ
おっぱい
フェラチオ
中出し
セックス
デリヘル
包茎
逆援
性欲

Anónimo disse...

Patranhas?
Patranhas, Igídio?
Tal Socas, tal Igídio. Tudo o mesmo.

Anónimo disse...

São patranhas o testemunho do Director do Expresso a contar como o teu amigo quiz comprar a sua consciência (sua dele, do Director)?

Anónimo disse...

São patranhas o teu amigo ter afirmado, inicialmente na Assembleia da República que não conhecia o negócio, para mais tarde vir dizer que afinal não o conhecia oficialmente, e agora mais recentemente dizer apenas que nunca deu ordens para a PT comprar a TVI?
Patranhas?
Conhecia ou não conhecia?
Conhecia, afinal só oficiosamente?
Ou conhecia oficial e oficiosamente, mas, apesar disso nunca deu ordens de compra?
Patranhas?
Ou falta de palavra?
Ou falta de carácter?
Tanto meter os pés pelas mãos causa dó.
E tu, Igídio, dizes que são patranhas...

Anónimo disse...

É EGÍDIO... O qu ele diz não são Patranas como o aro anónimo diz. O que o Egídio diz são ou melhor é a triste realidade deste lindo País!

Anónimo disse...

A ainda bem que alguém defende o egidio já que ele não se defende.

Anónimo disse...

são patranhas? o queé isso? por favr expliqum-me.