sexta-feira, 8 de fevereiro de 2008

SONHO DELIRANTE


O sonho delirante, num sono inquieto.
Caminhos estreitos, feitos de fugas.
Sonho terrível, pessoas horrendas mastigadas de medo, feitos de ódio.
Caminho no escuro, não encontro a lua não vejo o sol. Sorrisos não encontro…mas onde estou? Será que sou eu, será que és tu?
Parece que nada sei, tudo parece familiar, tudo é estranho…não, não quero estar aqui.
Quero sonhar, não ter pesadelos.
Quero viver os sonhos, sentir as “coisas”, sentir-te!
Quero amor, ver homens felizes.
Sim, quero sentir o mar, as gargalhadas, as crianças…
Quero ver o sol.
Quero sonhar, mas sonhos bonitos!
Onde todos possam sonhar…

1 comentário:

Francisco Castelo Branco disse...

Ola! Vi o seu blogue e gostei bastante. Tem muito conteudo e bastante interesse......
Tenho um blogue . É www.olhardireito.blogspot.com ..... Gostava que o visitasse e desse uma opinião....

Obrigado pela atençao

Cumprimentos