quinta-feira, 3 de setembro de 2009

ISTO DA TVI DÁ MESMO JEITO…


Porquê acusar Sócrates e o PS?
Tudo indica que todo este caso está mal explicado e dá um jeitinho a...
Está mesmo a dar um jeitão ao PSD esta história da TVI, Ou não?
Claro que sim, se o PS tivesse algo a ver com esta história, então tinha dado um grande tiro no pé…
O PS teve todas as oportunidades, caso isso fosse possível, não agora, não, nesta altura do campeonato.
Agora a verdade é só uma, todo este caso dá um jeitão ao PSD e não só…
BE, CDS, PSD e PCP contestam, sem ambiguidade, a golpada de hoje na TVI. Muito bem.
O Sindicato dos Jornalistas critica, sem rodeios, a "ingerência ilegítima" da administração da TVI numa área da estrita competência da Direcção de Informação. Muito bem.
A ERC anuncia a abertura imediata de um processo de averiguações. Muito bem.
O ministro Santos Silva considera "absolutamente incompreensível" a decisão do Grupo Prisa de afastar Manuela Moura Guedes dos ecrãs e pôr fim ao polémico Jornal Nacional. Muito bem.
A redacção da TVI repudia "quaisquer actos que ponham em causa a sua dignidade profissional e independência jornalística, bem como a liberdade de imprensa em geral", contestando a supressão do Jornal Nacional. Muito bem.
A administração da TVI, em comunicado, atreve-se a dizer que defende a "independência, o rigor e o profissionalismo" da estação. Muito mal. É preciso não ter um pingo de vergonha para vir agora com uma arenga destas.

11 comentários:

Anónimo disse...

A quem isto dá jeito eu naõ sei, o que sei e me preocupa bastante é que esta suspensão não é mais que um atentado á liberdade de informação.

Anónimo disse...

O aproveitamento politico vai ser mais que muito.

Sérgio Bandeira disse...

Atentado à liberdade de informação era o que aquela senhora andava a fazer há muito tempo.

Mealhada Café disse...

Muito bem dito meu caro Sérgio Bandeira.
A MMG era um atentado à liberdade de informação, envergonhava os jornalistas.
Há muito que todos diziam que a dita senhora não fazia jornalismo, era uma foragida de um qualquer hospital psiquiátrico, com a mania que era jornalista e, que tinha um alvo a abater (José Sócrates e o PS), mais tudo o que bulisse em seu favor, era um espectáculo deprimente às sextas-feiras, em que fosse qual fosse o assunto do dia, por mais grave que fosse, o qual era e é motivo de abertura de todos os Telejornais, na SIC, na RTP um e dois SIC Noticias e RTPN estes dois na televisão por cabo. Para a senhora armada em justiceira o motivo de abertura e com pelo menos 20 minutos de antena era Sócrates, família e tudo o que o envolvesse, mesmo já com avisos da ERC.
Há muito que era contestada pela ERC e não só.
Mas o engraçado de tudo isto, é que logo após a divulgação do cancelamento do “jornal da sexta”, o PSD pela voz de Aguiar Branco se tenha posto a jeito num palanque para atacar o governo e o PS, de serem eles os ditadores, que afastaram a sua arma mais forte de campanha, o CDS – PP, a mesma acusação pela voz de Paulo Portas, embora sem palanque.
A isto chamasse aproveitamento político e grosseiro, com acusações graves contra o governo e o PS e, sem provas algumas, uma triste figura que estes dois senhores em nome dos seus partidos prestaram ao país.
Miguel Sousa Tavares comentador residente da TVI, ele considerou tudo lamentável por parte da administração da TVI, que se intrometeu de uma forma ilegal na linha editorial da TVI, mas a seguir afirma que PSD, CDS, BE, PCP se estavam à aproveitar de um caso que nada teria a ver com o governo, e achou lamentável Principalmente o PSD e PP fazerem acusações de tal ordem graves e em cima logo da notícia do cancelamento do jornal de Moura Guedes.
Eu só faço uma pergunta teria o PSD um contrato com Manuela Moura Guedes, para fazer campanha “jornalística” contra o PS e Sócrates?
Vá mais outra será que o PSD e PP não se lembram do que fizeram a Marcelo Rebelo de Sousa quando eram governo?
É que afastaram o dito Prof. de comentador da TVI.
Foram eles, ó tão-somente a Média Capital (detentora da TVI sem a Prisa) quem expulsou o Professor?
Cumprimentos .

Juiz disse...

Na entrevista de duas páginas Gonçalo Breda está muito bem, mostra estar à altura dos cargos que já ocupou e que peso que virá a ocupar brevemente no PSD Mealhada.
Sim, muito em breve é que o PSD (carvalheira) vai ter um grande tombo nas eleições de Outubro.
Não é o Miguel Ferreira que vai assumir o Partido depois deste pesadelo verdadeiro, isto porque não tem perfil para ser líder, tem sim perfil para intriguista, aí é o líder número um seguido do senhor do Lorvão, mas a este dás se o desconto porque é o desgaste natural de trabalhar com tolinhos, que penso que neste momento estarão melhor de cabeça do que o meu caro Carlos Marques.
Portanto, o partido vai se unir para que Breda volte, ou então vão á procura de João Pires, mas aí não sei, ele está muito ocupado com o monopólio das farmácias em Sangalhos.
Mas, de qualquer forma parabéns Breda pela excelente entrevista ao RB.
Não deixem por favor, que entrevistem César, porque aí cai o Carmo e trindade, como se costuma dizer em gíria popular, a não ser que o Miguel Ferreira faça um acordo com RB ou outro qualquer jornal, que virem as perguntas já feitas com antecedência para o Miguel responder, o que assim também não sei se César não se espalha.
Conclusão, o dinheiro não é tudo, é preciso mais, e não são os estudos que o atrapalham, são sim, saber o que se quer, ter uma ideologia de vida e, para a vida, sua e dos outros neste caso para o concelho da Mealhada…
Na Mealhada os jornais fazem as perguntas por correspondência, e aí podes se responder como se quer e quem quiser, até porque depois existe outra triagem, não vá o diabo tece-las.
É um pouco como a administração da TVI ou melhor direcção de informação só passa quem souber, há, enganei-me só passa o que for, ou der mais jeito ao objectivo, alvo a abater…
Só acrescentei estas frases para estar de acordo com o post colocado pelo meu caro Egídio, que diga-se de passagem tem-se esmerado. Ao ponto de se me é permitido dizer um dos melhores blogues da nossa região, senão mesmo o melhor, quem o viu e quem o vê.
Parabéns Egídio, continua porque de facto é um excelente blogue, tem uma certa tendência política, mas até isso está bem esbatido neste momento, podes se dizer até que é um blogue de consciência.
Mais uma vez obrigado pela escrita nesta nossa terra, Mealhada e Bairrada.

Juiz disse...

Outra coisa, fala de um assunto que me faz doer a alma, o leitão.
É que ele é uma das quatro maravilhas da Mealhada, mas Águeda é que fazem um grande tributo ao leitão.
Onde o leitão é rei e, a festa é da rija, com nomes grandes da nossa música.
Algo que a Mealhada não tem, não é só com selos, comes e bebes para vipes, espectáculo no messias para meia dúzia de gatos-pingados etc. Que se vai lá, é preciso mais muito mais tá provado que as festinhas da Dr.ª Dora do Arquivo com o Tójo não dão grande brilharete, nem prestigio às nossas maravilhas da mesa.
É preciso mais, muito mais, uma festa de dias onde se homenageie as nossas iguarias, se faça jus delas com um grande cardápio. Com grandes mostras dos nossos vinhos, leitão, pão e à água mais famosa de Portugal e não só.
Também mostrar o nosso património, as nossas tradições, bem sei que a Dora não é entusiasma das coisas da Mealhada, mas há mais gente na Mealhada , há Dr.ª Manuela Soares que mesmo doente consegue ser um grande motor impulsionador de uma grande festa de cultura, gastronómica e não só, temos tudo para sair bem só preciso ter vontade e a bondade de fazer uma gala de dias com grande animação, pode ter folclore, samba outra marca da Mealhada, mas é preciso trazer um palco grande onde caiba o nome de grandes artistas portugueses, como o Rui Veloso, Xutos , GNR, Mariza, mesmo o Tony Carreira, bem como um ou outro artista brasileiro, basta olhar para Cantanhede, para Anadia, Oliveira do Bairro ou então a que agora está a começar Águeda .
Temos potencialidades somos reconhecidos como a terra do leitão, basta eu dizer em qualquer lugar distante que sou da Mealhada, para em troca dizerem que conhecem muito bem, pelo bom leitão, pão e vinho.
Agora é só a autarquia dar o trabalho, pessoa certa e nascer um certame para todos, e não só para alguns, porque a maioria do povo do nosso concelho só sabe que se gastou rios de dinheiro para promover as maravilhas da mesa da Mealhada junto de alguns. Com um pouco mais faz-se uma festa em que os convidados são todos os mealhadenses, bem como muitos portugueses que gostam de comer bem a preços mais convidativos e com um bom espectáculo.
Tivemos a ExpoMealhada , não deu certo? Se não deu, faz-se outra, em moldes diferentes, local diferente, temas diferentes, nas onde o leitão seja o Rei e farra também, porque um concelho não se faz só de protocolos ou festas protocolares é preciso mais onde o povo entre na sua plenitude porque é ele que paga os impostos para que se façam festas só para alguns.
Agora é a câmara que deve fazer e não dizer que vai apoiar, as outras cidades por aqui perto assim fazem e fazem mesmo. São os seus funcionários com empresas de espectáculos que fazem e bem.
Se a Dr.ª Dora não serve tem outros que com toda a certeza se vão empenhar para que se faça algo inesquecível na Mealhada e a Dr.ª Manuela Soares é com toda a certeza a pessoa certa que trabalha porque gosta de cultura e não como alguns que só o fazem porque são mandados, e então não se empenham .
É preciso uma equipa porque liderança existe, e só entra quem quer trabalhar no bem comum da Mealhada e seu povo…

Anónimo disse...

Em primeiro lugar, quero dar os Parabéns ao Egídio pelo excelente Blogue.

Em segundo, as excelentes respostas e questões aqui levantadas pelo Mealhada Café e Juiz.

E em terceiro lugar, deixar um conselho de passarem os olhos pela INCRIVEL entrevista dada pela Sra. Manuela Moura Guedes, na revista Noticias TV do DN.

Anónimo disse...

O Sr juiz sabe porque é que não há festa do leitão?
Porque os empresários da Mealhada só olham para o seu umbigo e o novo riquismo deles não lhes dá inteligencia para se unirem e lucrarem com a sinergia que podia resultar de uma união verdadeira e de uma marca prestigiada a nivel nacional.

Juiz disse...

Se calhar à câmara da Mealhada até lhes dá jeito não haver empresários interessados, ou com falta de vontade.
A vontade tem de partir quanto a mim da autarquia mealhadense, de uma vereadora que se chama Filomena Pinheiro. Sim, dessa senhora que é a vice-presidente da autarquia e manda em tudo, manda nas contratações por isso todos os seus familiares directos estão neste momento no quadro da câmara por tempo indeterminado.
Depois pede sempre a colaboração de todos, com alegação de que a autarquia não pode fazer tudo… pois bem faz o que lhe interessa a ela como aos seus familiares.
Neste momento a Mealhada está nas mãos dos baptistas, e pouco interessa o que o povo quer, melhor os interesses do concelho, mas sim as ambições pessoais desta família que está biblioteca, na psicologia, nas actividades extra curriculares, bem como na animação sócio cultural.
Não se desculpem sempre com os particulares, já o carnaval é o que é, em Ovar é acamara, em Torres Vedras é a câmara, Loulé é a câmara, em Estarreja é a câmara, clarão que isto é um exemplo e, só um exemplo á volta do carnaval pelo qual já a câmara faz um circo.
Em relação a um certame que valorize a Mealhada como destino turístico e por consequência gastronómico com as suas maravilhas, a culpa é sempre dos outros nunca da autarquia.
Mentira! Se a câmara tivesse vontade e empreendorismo suficiente, e não fosse pela forma mais fácil, que é atirar para cima dos outros as responsabilidades que são suas, a promoção do concelho e suas potencialidades.
A Mealhada sempre teve uma festa anual, agora não tem, fazem a freirinha do artesanato, tem o seu espaço, mas é necessário mais para uma terra e um povo com muito para dar e receber. Quem tem de fomentar? Quem tem de deixar a politica de lado?
É a autarquia, é ela que tem de fazer com que a comunidade se envolva, mostre a qualidade dos seus produtos que são de alta qualidade, tem de convencer os seus empresários para que participem dando-lhe contrapartidas, é assim que os outros concelhos agem, tentam cativar tudo e todos, é este o princípio de uma campanha sem isso não existe campanhas nem aqui nem em sítio algum!
Por isso é a autarquia e seus membros que tem de cativar os seus munícipes, não, o contrario…
E tirem a doutora Dora deste filme deixem-na no arquivo municipal. E que no arquivo faça um bom trabalho que ao que parece nem aí o faz, que é uma pena porque somos dos poucos concelhos que tem um arquivo municipal independente, novo que precisa de dedicação para que todos nós usufruamos dos documentos via net bem como no próprio local, que pelo que tenho constado está bem atrasado o seu trabalho de inserção do arquivo on-line talvez por falta de competência…

Juiz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Estou a gostar do que estou a le, até nunca pensei ler o que estou a ler, sobre uma filha de um presidente de junta, mais concretamente da Pampilhosa, é o que faz as cunhas.
Um dia destes é a comissão de proteção de menores com tantas cunhas da Filomena ao colocar toda a sua família na câmara e nesta comissão em particular.

Parabéns Verdade das cinco pelas informações divulgadas